domingo, maio 31, 2009

A PORRA "TÁ " AVARIADA...
com tantas iniciativas interessantes... não há meio da "porra funcionar". Tenham dó. Mandem tirar aquele cartaz da treta e tratem de arranjar um que funcione. Ou desistam de coisas electrónicas e façam locuçao das iniciativas.
QUEM BRINCA...

sábado, maio 30, 2009

IRRA Q' É CHATO!!!
Depois do cinema o Luis foi levar a namorada a casa. Ficaram encostados à porta do prédio a namorar um bocado:
-Querida hoje é que tenho que fazer amor contigo!
- Não,só depois do casamento, disse a namorada.
Passado já algum tempo e depois de muita repetição e insistência do Luis, aparece à porta do prédio uma miúda que teria para aí uns 14 anos e disse:
-Olhe, você é que é o Luis, não é? Pois eu venho cá do 10ª andar para lhe dizer que lá em casa o meu avô, a minha avó, os meus pais, o meu cão e até eu faremos amor consigo, mas por favor tire a mão das campaínhas !

sexta-feira, maio 29, 2009

JARDIM/BASÍLICA DA ESTRELA
40 e muitos anos depois regressei no sábado passado à zona que tantas marcas profundas produziu em mim ao longo do tempo. Passei por aqueles sítios milhares de vezes. Ou a caminho de casa, ou para a R. Buenos Aires até ao velhinho IIL.
Ou para atravessar o jardim em direcção ao “vergas” para mais uma tarde de cinema.
Alguns anos depois marcou-me uma ida ao Hospital Militar para visitar o Zé Mota que tinha sido ferido em combate, salvo erro na Guiné.
E muitos anos depois foi ali que fui acompanhar com a minha mulher, a minha filha e o Tózé Ferreira, os últimos momentos do meu irmão. Tempo de estudante, tempo de adulto, tempo de dor. E no sábado passado foi ali que aconteceu a Bênção das Fitas da minha menina. Tempo de Alegria.
Falar pois do Jardim e/ou da Basílica da Estrela é ver correr à minha frente toda uma vida. A minha. Aproveitei para visitar a estátua do Pedro Álvares Cabral: “A terra em tal maneira é produtiva que querendo-a aproveitar, dar-se-à nela tudo”. Assim reza uma das frases escritas à volta da estátua. Que salvo erro foi escrita por Pêro Vaz de Caminha. Tantas vezes lá passei que acabei por fixar o fundamental de uma das frases que lá aparecem inscritas.
Fui ver a já inexistente Escola Machado de Castro de boa memória. Ali passei 2 dos melhores anos da minha vida. As obras tomaram conta dela e agora vai dar lugar a um novo estabelecimento de ensino de grau superior.
Fui ao “Meu Café”. E vi lá a estudar o Jorge Machado, o Parina, o Colaço, o Zé Manel puto.
E agora a minha filha uma estudante brilhante, bonita e reluzente no traje académico, a encher-me de orgulho e espanto. Existem razões que merecem a pena na altura de sermos felizes.

quarta-feira, maio 27, 2009

O PADRINHO - PARTE II
Mão amiga enviou-me para o blog "portugal dos pequeninos" onde uma sacra imagem vem mesmo na sequência do que ontem publicámos. Basta substituir as caras por outras mais comuns do dia-a-dia que conhecemos e...só as moscas é que mudam.
Com a devida vénia cá vai o que o "pdp" publicou:

terça-feira, maio 26, 2009

O PADRINHO
Ao longo dos últimos 30 anos, aprendi a perceber quem paga favores a quem na política, vendo as listas de candidatos dos partidos. É claro que isso é mais óbvio quando exercem o poder executivo. Mas não só nessas circunstâncias.
Quando um funcionário público, salta do exercício das suas funções para listas de candidatos, sejam eles à Europa, à terrinha ou ao país, é certo e sabido que isso corresponde a um pagamento de dívidas por alguns favores contraídos em tempo oportuno.
Cá se fazem, cá se pagam.Por isso é importante saber ler as listas de candidatos. Por vezes e como o pudor ainda vale o que vale, esses favores são pagos em terras de exílio. Mas não quer dizer que na sua localidade de origem não se vá largando o “veneno” qb. Os tentáculos do “Padrinho” são muitos, poderosos e omnipresentes. Podem disfarçar-se de santos. Mas nunca passam de “gatos escondidos, com o rabiosque de fora”.

segunda-feira, maio 25, 2009

ESCLARECIMENTO
Este título dá-me vontade de rir. Ninguém tem de se desculpar pelo que diz ou faz. Tem é que ser responsável pelas suas afirmações e pelos seus actos.
Quem viu hoje nos noticiários o arranque da campanha eleitoral do BE, fica a perceber a razão do meu cepticismo com a imprensa em geral e com as TVs em particular.
Campanha do Bloco de Esquerda. Com a devida vénia do Presidente da Câmara local que foi eleito pela CDU. Não haverão muitas localidades em que os candidatos às Europeias terão a companhia dos autarcas eleitos, a não ser que se trate do seu próprio agrupamento político.
Depois as entrevistas extremamente representativas dos sectores económicos em desagregação.
Uma câmara de TV opera maravilhas. Pelo que de Peniche é transmitido eu imagino o que será nas outras localidades.
PS: Ficou para mim no ar a dúvida se aquele apoio explícito de António José Correia ao BE, representava o fim do seu acordo da CDU ou se é só vontade de aparecer e a seguir o vou visionar na visita a Peniche do PP e do Nuno Melo.

domingo, maio 24, 2009

sexta-feira, maio 22, 2009

HIS MASTER’S VOICE
Todos os conhecemos. A sua opinião é formada pela leitura do “Correio da Manhã/24 Horas, pela informação da TVI, pela opinião dos líderes partidários e/ou clubistas. Nunca têm opinião própria.
E isto é uma cadeia de comando que não termina. A gente olha para a televisão e vê-os por trás dos líderes, pondo-se em bicos dos pés, de telemóvel ao ouvido a avisar a “patroa” de que estão a ser filmados.Os líderes falam e eles desafiam-se a repetir o que ele disse. Quem mais próximo ficar das suas palavras mais à frente fica nas listas para deputados, (europeus ou outros) nas listas autárquicas, nas assessorias, nas preferências do Boss.
Mais vale ser um transmissor fiel do que ser impetuoso ou mal-educado.
O mundo é dos velhacos. Isto é, o mundo é de quem sabe viver a favor da maré.

quinta-feira, maio 21, 2009

A MÃE DE TODAS AS NOTÍCIAS
Quem acompanha as notícias da imprensa, tem deparado ultimamente com mais uma não-notícia que tem servido de abertura. Começa assim:
MULHER (ou homem, tanto faz) COM GRIPE A.
E depois o corpo da notícia diz que a criatura, chegou a Portugal vinda do México ou dos EUA é suspeita de ter contraído a Gripe A. O Instituto Ricardo Jorge vai confirmar.
Passadas 48 horas e já sem o destaque do dia da notícia, é dito que a montanha pariu um rato.
Assim é ultimamente a nossa comunicação social. Vivem na expectativa de que ao menos um português (ou portuguesa) apanhe o vírus. E que de preferência morra. Aí entraremos todos em euforia. Ao menos um “casozinho”. Que país miserável este que nem numa pandemia é contemplado. Até nisto somos miseráveis.
A minha esperança ainda foi que a velhota de “rabo de peixe” nos fizesse entrar na Europa. Até podia ser que assim os meus amigos Hélderes me pedissem asilo. E eu sempre brincava com o André.
Nem isso. Porca miséria.

quarta-feira, maio 20, 2009

O TAMANHO DE UM HOMEM
1ª Parte
Os noticiários da manhã davam conta da inauguração em 5 de Outubro (a data não é irrelevante) de um centro único no mundo de estudos e tratamento de metástases cancerígenas da mama e do pulmão, no âmbito da Fundação Champalimaud.
Vão ser convidados a trabalharem naquele Centro os maiores especialistas mundiais, alguns Nobel incluídos. 2ª Parte
Desde pequeno que ouvi dizer “cobras e lagartos” do capitalista António Champalimaud. A esquerda nunca o aceitou. A direita capitalista fez dele um ícone. Em testamento doou parte substancial dos seus bens à criação de uma Fundação especializada em técnicas de ponta no combate à doença, com especial relevância para o combate à cegueira.3ª Parte
Nunca até hoje ouvi uma declaração formal do BE e/ou do PCP elogiando e agradecendo em nome próprio e no de Portugal a grandeza do mecenas e da obra que lega a este país. Aqui construiu uma parte da sua fortuna pessoal, aqui a lega ao seu povo.Moral da história
Quem é quem no meio disto tudo? Qual a nobreza num e noutros? Só é de facto grande quem é capaz de se superar. Para mim por estas e por outras é que não acredito na moral dos louçãs e dos campeões de Wrestling nas manifestações.

terça-feira, maio 19, 2009

O SEXO DA PROFESSORA DE HISTÓRIA
Gaita! Não era isto que eu queria dizer. Uma Profª de História falava e falava de sexo. Quando não tinha nada para dizer inventava. Mas o assunto acabava lá. Depois misturava “alhos com bugalhos” criando um ambiente de loucos na sala de aula. Ao que parece na escola há três anos que circulavam rumores (ditos e mexericos) sobre estas incidências. Sem que ninguém tivesse mexido uma palha para terminar com o espectáculo degradante que era oferecido diariamente aos alunos.
Ao contrário daquilo que será a opinião generalizada das pessoas, nem consigo estar contra a professora. Pelo tipo de discurso e pela forma como é desenvolvido, não é preciso ser perito para perceber que a professora tem um problema neurológico.
A escola e o Grupo de docência a que a profª pertence deixaram arrastar a situação até ultrapassar os limites do razoável. E é da pior maneira que se vem a por fim a uma situação que se tem sido acompanhada com vigilância médica, poderia nunca ter atingido o ponto do não-retorno.
Há três anos que a situação se arrastava… Qual foi a foi a avaliação da professora nesses três anos? Houve alguma exposição à IGE de existirem situações complexas com uma docente da Escola? O que tem o sindicato dos professores a dizer sobre isto? Vai condenar a professora? Ou vai exigir responsabilidades à Escola e aos professores delegados de disciplina e aos coordenadores que em tempo útil não acompanharam devidamente a situação?
Fácil é condenar a professora. Dos média não espero uma análise técnica do assunto. Do Ministério espero que as responsabilidades sejam cometidas aos que mais falharam neste caso.

segunda-feira, maio 18, 2009

NOTÍCIAS DE CHORAR
Do jornal “Região de Leiria” retirei uma notícia que me entristece sobremaneira. Em síntese diz o seguinte:
“Airo: o pequeno pinguim das Berlengas está à beira da extinção
São conhecidos como pinguins das Berlengas. Mas este ano, mesmo quem passa muito tempo naquele pequeno arquipélago do distrito, ainda não os avistou. Há pouco mais de meio século, existiam seis mil casais de airos na ilha da Berlenga. O aquecimento global, o aumento do número de gaivotas são algumas das causas que mais frequentemente são apontadas como estando no topo das razões que fazem com que o airo prefira outras paragens. Rui Rocha, presidente da Associação de Amigos da Berlenga lamenta o lento desaparecimento de uma espécie que já foi abundante na ilha do concelho de Peniche. “É algo que vemos com muita tristeza. Quem gosta da ilha vê esta situação com desagrado”, refere este responsável que afirma ter a indicação de associados de que ainda não foi possível avistar qualquer airo este ano. O airo é uma ave se assemelha a um pequeno pinguim – sem ter qualquer afinidade com essas aves - e as Berlengas estavam na sua rota de nidificação. Era possível avistá-los na ilha da Berlenga Grande entre Janeiro e Julho. A ave que é o símbolo da Reserva Natural das Berlengas, enfrenta agora um acelerado processo de extinção naquela zona. Seis mil há meio século. O airo encontra-se no Norte da Europa, sendo que a ilha da Berlenga era limite sul da sua distribuição. “As redes de emalhar podem ter sido um dos fortes contributos para o desaparecimento do airo assim como a alteração dos habitats pela presença de predadores como as gaivotas”, adianta Ivan Ramirez, da Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA), citado pela agência Lusa.”

Lamento profundamente que as coisas tenham chegado a este ponto. Quando o Presidente da Câmara Municipal de Peniche entra em euforia “catatónica” com a ideia de uma Berlenga maravilha, seria bom que avaliasse o que tem sido o assassinato daquela ilha, das suas espécies, em troco sabe Deus do quê… E que os responsáveis directos por esta dizimação de espécies sejam detidos como inimigos da humanidade. Afinal sabe-se onde está o Bin Laden. Não há é coragem para o pôr atrás das grades. Ou pelo menos cortar-lhes as verbas.

sábado, maio 16, 2009

O ZÉ POVINHO É DÍFICIL
Jesus Cristo, certo dia, cansado do tédio do Paraíso, resolveu voltar à Terra para fazer o bem. Procurou o melhor lugar para descer e optou pelo Hospital de Santa Maria, onde viu um médico a trabalhar há muitas horas e a morrer de cansaço. Para não atrair as atenções decidiu vir vestido de médico. Jesus Cristo entrou de bata, passando pela fila de pacientes no corredor, até atingir o gabinete do médico. Os pacientes viram e comentaram:
- Olha, vai mudar o turno...
Jesus Cristo entrou na sala e disse ao médico que podia sair, dado que ele mesmo iria assegurar o serviço. E, decidido, gritou:

- O PRÓXIMO !

Entrou no gabinete um homem paraplégico que se deslocava numa cadeira de rodas.Jesus Cristo levantou-se, olhou bem para o homem, e com a palma da mão direita sobre a sua cabeça disse:

- LEVANTA-TE E CAMINHA!

O homem levantou-se, andou e saiu do gabinete empurrando a cadeira de rodas. Quando chegou ao corredor, o próximo da fila perguntou :
- Que tal é o medico novo?
Ele respondeu:
- Igualzinho aos outros... nem examina a gente...

quinta-feira, maio 14, 2009

ESTE É UM ANO BUÉ DA CONFUSO
A gente está a falar de eleições europeias e às tantas dá por si com os olhos postos no Freeport, os ouvidos no 1º Ministro e a atenção no António José Correia.
E o cidadão comum que detesta estes períodos pré-leitorais e eleitorais e cada vez mais deles se afasta, sente as suas fileiras engrossarem com aqueles que gostando de saber e perceber, se sentem confusos e enfastiados com tanto discurso da treta.
Saber onde começa um acto eleitoral e onde termina outro, é o grande mistério que a todos persegue incessantemente.
Sabemos quem são os nossos candidatos, mas a quê? Quem é quem e pretende o quê? Somos todos contra o Governo, ou a acreditar nos jornais e nas notícias televisivas é isso que parece. Então votar na CDU em Peniche é votar contra o governo? E essa coisa da Europa é para o Cavaco poder ir à Turquia?
Ou sou eu que já estou com alguma doença de nervos?

terça-feira, maio 12, 2009

MEMÓRIAS DO MEU TEMPO DE PROFESSOR
Para a Dr.ª Carmelo Rosa e Dr. Óscar Montenegro (*)

Por esta ou por aquela razão o estudo das Línguas Estrangeiras nas nossas escolas perturbou-me sempre muito. Não compreendo que os níveis de insucesso no Francês e no Inglês sejam comparáveis aos da Matemática e da Língua Materna.
Não compreendo como milhões de Portugueses já adultos foram por esse mundo fora e tenham aprendido línguas e mais línguas e as nossas crianças nas nossas escolas, tenham tantas dificuldades em acompanhar os seus professores nessas aprendizagens. Tendo nascido no litoral, sempre vi a facilidade com que os nossos jovens estabelecem diálogos com as jovens estrangeiras que preenchem os seus sonhos de Verão, a facilidade com que aprendem letras de canções anglo-americanas. Os mesmos jovens que depois se comportam como perfeitos ignorantes face às suas professoras na sala de aula.
A última grande surpresa que tive foi com um ex-aluno meu da escola da Atouguia que depois foi colega da minha filha até ao 12º ano. O jovem era traquinas, irreverente e descuidado. A escola para ele sempre foi um meio de se divertir e não de vir a ter grandes voos. As aventuras dele eram em nossa casa descritas e ouvidas com carinho e entusiasmo. Na secundária a sua grande preocupação foi sempre ter os resultados mínimos indispensáveis para ir seguindo em frente. Claro que as Línguas Estrangeiras foram sempre a última das suas preocupações.
O que é certo é que o nosso amigo entrou na faculdade e tão longe das Línguas estrangeiras quanto possível. Mas também o ingresso na Faculdade não o entusiasmou assim tanto. Até que, encontrou abertura para concorrer a uma área que o deixou louco de alegria: - A aviação comercial. De teste em teste, vivaço como era lá foi passando até que chegou a um grupo extremamente restrito dos quais sairiam a meia dúzia que iria trabalhar para a companhia. E foi aqui que tocaram os sinos a rebate. Ele precisava de dominar o Inglês e o Francês em conversação.
Pois o meu amigo entrou para a entrevista com o mesmo savoir-vivre com que sempre encarou a vida. E não é que entre algumas dezenas de entrevistados ele foi um dos seleccionados e hoje é um ilustre tripulante de bordo de uma companhia aérea internacional. Como falou ele em francês e em inglês? Se calhar ainda hoje não sabe. Foi o espírito santo ou o génio que protege os audazes. E está a fazer o que quer e o que gosta.
Porquê então esta dificuldade em ter respostas positivas perante alguns professores de Língua Estrangeira? Alguém precisa de se interrogar sobre esta dualidade de capacidades das pessoas.

(*) – A Dr.ª Carmelo Rosa e o Dr. Óscar Montenegro foram os meus professores de Inglês e Francês na Escola Secundária Machado de Castro em Lisboa. Um e outro souberam num tempo em que só a Piaf e o Paul Anka tinham alguma graça, transmitir a ideia de que saber ouvir e falar era poder estar para além das limitações em que todos vivíamos. O meu mais profundo reconhecimento por isso.

domingo, maio 10, 2009

COM JESUS NÃO SE BRINCA
Certa vez, o Diabo fez um desafio a Jesus:
- Aposto como digito muito mais rápido que tu...O desafio foi aceite.
No dia marcado, Jesus de um lado com um XT 4.77Mhz, 512 Kb de memória e o diabo do outro com um Pentium III/500Mhz, 20Gb de memória. Todos a postos. O diabo estala os dedos enquanto Jesus olha calmamente para o seu oponente.Inicia-se a competição. Aquele que digitasse mais texto em 30 minutos seria o vencedor.O Diabo digita de maneira feroz, a uma base de 900 toques/minuto.Do outro lado da sala, Jesus digita usando apenas os dois dedos indicadores, no melhor estilo "Catador de milho em Jerusalém". A plateia fica, obviamente, nervosa com a performance do Messias, e rói as unhas...Quinze minutos de passam. O diabo já digitou cerca de 10Mb de texto, sem erros, enquanto Jesus ainda está na casa dos 5Kb. Os olhares tornam-se mais nervosos.Vinte e cinco minutos passados. O diabo já anda pela casa dos 20Mb de texto. Jesus anda pelos 8Kb...Vinte e nove minutos passados. PUFF!
Faltou a luz...Desespero geral, pânico, gritaria. Os juízes decidem terminar a competição pelo tamanho final do ficheiro. Tamanho final do arquivo de Jesus: 10Kb. Tamanho final do arquivo de Belzebu: 0Kb!
- Mas não pode ser!!! - grita o canhoto.
- Isto é roubo!!! um roubo!!!Grita, reclama mas não adianta. Perde a competição.
Jesus volta tranquilo para o paraíso, com aquele risinho de canto de boca tão típico.
Moral da história: Só Jesus "Salva"...

sábado, maio 09, 2009

JURO!!!
Neste gato eu votava para o Parlamento Europeu

sexta-feira, maio 08, 2009

O MAGALHÃES É UM DOS TEMAS
…que tenho evitado neste blog. Isto porque não posso estar mais em desacordo com a grande maioria dos disparates que se têm dito sobre este assunto.
É por demais evidente que ser aluna do Colégio do Sagrado Coração de Maria, ou da Escola Alemã, ou do Liceu Francês, tem um toque subtil que não se confunde de todo, com andar na Manuel da Maia, ou em Queluz, ou na Trafaria, numa EB qualquer onde encontramos filhos de desempregados, misturados com crianças das mais díspares etnias, e credos e religiões.
Os meios pedagógicos, didácticos e tecnológicos são uma bem a desfrutar por quem pode e consegue ter acesso aos locais em que se encontram.
O filho da Senhora de Vasconcelos e Abreu ir com os primos passar o fim-de-semana a Nova Yorque não é notícia. Os meninos apoiados pela Câmara da Maia que vão a Lisboa ao Zoo para perceberem o que é andar de avião, claro que é uma boa abertura para um Telejornal.
Por isso fico arrepiado quando por razões puramente políticas, o Magalhães tenho sido o alvo de todos os males que o Ministério da Educação andou a fomentar durante 4 anos. Os meios de comunicação social, alguns professores e outros “cabeças de abóbora”, têm criado à volta do PC toda uma onda de choque que “mete nojo aos porcos”. Quando eram 30 alunos para um PC, ou quando nem PCs existiam nas escolas públicas, estava tudo bem e nunca ouvi um “bigodaças” reclamar uma greve. Tudo isto vem a propósito da manchete do “EXPRESSO” de 1 de Maio, que noticiava com foto de 1ª Página que se vendiam “Magalhães” na feira da Ladra. E então? O que é que não se vende na Feira da Ladra? Produtos de crimes. Materiais pessoais ou doutrem, não há nada que não se venda lá. Em tempos até peças do saque à Embaixada de Espanha, lá se venderam. E não me consta que o Expresso se preocupasse com isso. O Magalhães comprado por um pai de um aluno qualquer, ou dado pela Acção Social Escolar, é tão vendável como milhares de livros escolares que lá aparecem. E alguns até são identificáveis como pertencendo a Bibliotecas Públicas. O Magalhães à venda na Feira da Ladra é tão negociável como um crucifixo roubado numa capela qualquer, ou qualquer bem com que se possa fazer dinheiro. E se o Expresso não compreende isto, não compreende nada. Ou se para fazer politica partidária escolhe um tema tão pouco sustentável, então bem pode sorrir o Sócrates e o PS. Nenhuma pessoa minimamente inteligente (por definição os leitores do Expresso) se deixarão enredar numa não-notícia destas.

quinta-feira, maio 07, 2009

ESTA FOI MAIS UMA DAS
…inúmeras dicas que chegam a casa das pessoas. Apesar das ajuramentações de que corresponde à VERDADE, o facto de não referir o período de tempo a que diz respeito e as fontes de informação em que a informação foi colhida, retira-lhe praticamente toda a credibilidade. Só tem piada porque passamos a vida a dizer “cobras e lagartos” da nossa classe política e não olhamos com cepticismo para o que pode eventualmente ocorrer noutras paragens. Mas é claro que a galinha da vizinha é sempre melhor que a minha…

CONSEGUES IMAGINAR-TE A TRABALHAR COM ESTA ORGANIZAÇÃO?
Tem pouco mais de 500 empregados com as seguintes estatísticas: 29 foram acusados de maus tratos às suas esposas, 7 foram presos por fraude, 19 foram acusados de assinar cheques sem fundo, 117 arruinaram, pelo menos, dois negócios, 3 foram presos por violência, 71 não podem possuir cartão de crédito devido à sua má utilização, 14 foram presos com acusações relacionadas com a droga, 8 foram presos por furto, 21 estão actualmente acusados em diferentes processos, Só en 1998, 84 foram detidos por conduzir alcoolizados. Consegues adivinhar de que organização falamos?


............ Desistes?

São os 535 membros do Congresso dos Estados Unidos.E o mais curioso de tudo, é que isto é rigorosamente verdade(?).

quarta-feira, maio 06, 2009

NOS ÚLTIMOS DIAS
…a imprensa tem vindo a noticiar uma greve promovida pela FENPROF para o próximo dia 30 de Maio. Quem é que vai acreditar que aquele senhor de bigode que diz o que os professores devem fazer, marcou uma greve com oito dias de antecedência das eleições europeias por pura ingenuidade?
A FENPROF não se guia pelos interesses do PCP. Só pelos interesses dos professores. È claro que se os professores tiverem uma opinião discordante, pode-lhes acontecer o mesmo que ao Prof. Dr. VM. Mas isso já são outras histórias.

terça-feira, maio 05, 2009

INÚMEROS TÊM SIDO AO ALERTAS
…que me têm chegado de um massacre anual de golfinhos promovido há anos na nas ilhas Faroe na Dinamarca. Ano após ano milhares de baleias-piloto, baleias nariz-de-garrafa e golfinhos são perseguidos por barcos e encaminhados para a baía onde são exterminados. São introduzidos ganchos de metal nos buracos respiradouros dos mamíros até lhes ser quebrada a coluna vertebral.
Esta festa-matança é um ritual sangrento que os rapazes da Dinamarca executam ao passar à fase adulta.
Trata-se de um país da União Europeia, altamente civilizado(?) e símbolo dos “chernes” que andam por aí espalhados. Como temos muito a aprender com esta gente, sugiro que os jovens da JCP participem no próximo ritual, como treino para os VM que surjam no futuro.
As fotos que publicamos foram retiradas do Google. São nojentas. Tão nojentas como o acto em si e os jovens e governantes que promovem esta carnificina.

segunda-feira, maio 04, 2009

ESCREVO AGORA TAMBÉM PARA BARCELONA
…onde está a minha menina a estagiar no âmbito de um acordo entre a ESTSL e entidades privadas de Espanha. Aproveito para endereçar o meu abraço amigo ao Barça pela conquista de mais um título, já que por aqui fico a chuchar no dedo. Depois vou tentar que a Maria não se desiluda muito com o burgo que lhe deu origem e aos que o servem.
Estes dias de férias sabáticas do blog, encheram-me a parede do escritório de papelinhos amarelos com notas sobre assuntos a desenvolver. De todos o que me salta mais à vista é o do “enxerto de porrada e insultos” com que foi brindado o Vital Moreira no 1º de Maio.
Fiquei a pensar nas coisas nestes termos:
- Se um comunista levar porrada dum PIDE, isso é fascismo. Se um comunista arrear num não-comunista, isso é a defesa da Democracia.
Quer dizer que o que legitima a acção (não falo em reacção) é quem a executa e não o acto em si mesmo. Pode-se dar porrada desde que…

domingo, maio 03, 2009